Eficácia nos negócios – indústria, comércio – e até na vida privada !

Algumas regras não mudam e, durante o nosso trabalho, estamos sempre nos referenciando a elas. São realmente fáceis de seguir. Veja abaixo!

Se queremos mais eficácia na produção e no negócio, temos que agir todos os dias para:

Reduzir – matérias-primas, espaço, tempo e energia.

É sempre possível reduzir o consumo de matérias-primas, as dimensões e a quantidade de itens que compõem os produtos e as embalagens, o espaço ocupado pela área de produção e pelo estoque, o volume de estoque de itens produtivos e de material de consumo, o tempo usado na fabricação, os tempos de espera entre as fases da fabricação, o tempo entre a confirmação do pedido pelo cliente e a entrega, o tamanho dos lotes de fabricação, o consumo de energia de diversas origens, o percurso dos funcionários e dos equipamentos de movimentação dentro da fábrica e nos armazéns.

Reusar – as embalagens.

E incentive os seus fornecedores a fazerem o mesmo. A maioria dos itens que você compra pode ser entregue em embalagens retornáveis, inclusive as fabricadas com papelão.

Reciclar – as matérias-primas.

Os resíduos das matérias-primas usadas na fabricação dos produtos e a as embalagens dos fornecedores que não se prestam mais para uso devem ser recicladas. Hoje, boa parte das prefeituras possui centros de reciclagem.

Substituir – as fontes de energia mais poluentes ou danosas ao ambiente, as máquinas antigas que sejam improdutivas ou demandem mais energia, os componentes das máquinas que sejam responsáveis por paradas constantes e vazamentos de lubrificantes, os processos de fabricação antigos e danosos ao ambiente, as embalagens descartáveis por retornáveis.

O processo de obter mais eficácia na produção e no negócio será em muito facilitado se adotarmos:

Limpar – o prédio, máquinas, equipamentos de movimentação, estantes e armários.

A circulação dos empregados, matérias-primas e produtos acabados ficará mais fácil, rápida e segura.

A limpeza inibe a desorganização e mostra para os clientes como a empresa é segura no negócio, no atendimento dos pedidos e na qualidade dos produtos.

Identificar – as áreas, armários, estantes, máquinas, lixo, saídas, equipamentos de movimentação.

Ficará mais fácil identificar o uso de cada espaço e descobrir onde existem falhas na organização.

Escrever – de forma simples os procedimentos de cada operação e publicar ao lado dos postos de trabalho.

Facilita identificar falhas na operação bem como perguntas e paradas desnecessárias para descobrir o que ou como fazer e quais as ferramentas e dispositivos são usados em cada operação.

Reduzir – bancadas, armários, estantes, carrinhos e cantos onde podem se acumular lixo, produtos com defeito, ferramentas obsoletas, matérias-primas que não serão mais usadas.

Ouvir – os envolvidos em cada operação frequentemente para obter sua visão de melhorias que podem ser implementadas. Ninguém melhor do que quem faz para saber como o processo pode ser melhorado.

Comunicar – claramente para os empregados o que se espera dêle e o pensamento da empresa.

Devem ser comunicados os objetivos diários, quinquenal, mensal e anual da empresa, o seu posicionamento no mercado, o que os clientes esperam da empresa e dos produtos, o que os investidores esperam da empresa e o que a empresa pensa dos empregados bem como qualquer alteração nos planos, com a devida antecedência. Não deixe que qualquer destas informações seja antecipada por outra fonte.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: